UM OLHAR SOBRE O CYBERBULLYING: entre a periferia social e o preconceito, o percurso identitário do sujeito

Vânia Maria Lescano Guerra, Suzana de Souza Klas

Resumo


O objetivo deste artigo é problematizar os diversos usos das chamadas novas tecnologias, especialmente como facilitadoras na disseminação de comportamentos agressivos entre pessoas, num fenômeno conhecido como cyberbullying, bem como discutir os aspectos relacionados à linguagem e às construções de sentidos. Somado a isso, há o interesse em examinar a exposição do sujeito no que tange à sexualidade.


Texto completo:

PDF

Referências


ALBERTI, Sonia. O adolescente e o outro. Rio de Janeiro: Zahar, 2004.

BENZONI, S.A.G; VARGAS,C.R.R. Uma análise de artigos sobre resilência a partir de uma leitura Kleiniana. Psicologia em estudo, Maringá, vol. 16, n. 13, jul/set 2011, p. 369-378.

FOUCAULT, Michel. Em defesa da sociedade. Trad. Mana Ermantina Galvão – São Paulo: Martins fontes, 1999.

______. Os anormais. Curso no Collège de France (1974-1975). Trad. Eduardo Brandão. São Paulo: Martins Fontes, [1975], 2002.

______. História da sexualidade vol 1: a vontade de saber. Trad. Maria Thereza da costa Albuquerque e J.A. Guilhon Albuquerque. Rio de Janeiro: Graal, 2014.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 43. ed., São Paulo: Paz e Terra, 2011

MAIA JUNIOR, H.; TURRER, R. Oxi, uma droga ainda pior. Revista Época. 2011. Disponível em. Acesso em: 20 Mar. 2012 às 21h.

MARIANI, Bethania. O PCB e a imprensa; os comunistas no imaginário dos jornais (1922-1989). Campinas: Editora Unicamp, Rio de Janeiro: Revan, 1998.

MENEZES DE SOUZA, Lynn M. T. Para uma redefinição de Letramento Crítico: conflito e produção de Significação. In: MACIEL, Ruberval Franco; ARAUJO, Vanessa de Assis (Orgs.) Formação de professores de línguas: ampliando perspectivas. Jundiaí: Paco, 2011.

OLIVEIRA E PAIVA, V.L. M. Autonomia e Complexidade: uma análise de narrativas de aprendizagem. In: Freire, M. M; Vieira Abrahão, M.H; Barcelos, A.M.F. (orgs) Linguística Aplicada e Contemporaneidade. São Paulo: ALAB; Campinas: Pontes, 2005.

ORLANDI, Eni P. A linguagem e seu funcionamento. As formas do discurso. Campinas: Pontes, 1987.

______. Análise de discurso: princípios e procedimentos. 8 ed, Campinas: Pontes, 2009, 100 p.

PÊCHEUX, Michel; FUCHS, Catherine. A propósito da Análise Automática do Discurso. In: GADET, Françoise; HAK, Tony (orgs.). Por uma análise automática do discurso: uma introdução à obra de Michel Pêcheux. Campinas: Editora Unicamp, [1975] 1990.

PÊCHEUX, Michel. Papel da memória. In: ACHARD et al. Papel da memória. Campinas: Pontes, 1999.

______. Leitura e Memória: projeto de pesquisa. In: Análise de Discurso - Michel Pêcheux, textos selecionados. Campinas: Pontes, 2011, p. 141-150.

SANTAELLA, Lucia. Cultura das mídias. 4. ed. São Paulo: Experimento, 2003.

SILVA, A. B. B. Bullying: mentes perigosas nas ESCOLAS. Rio de Janeiro: Objetiva, 2010.

______. Bullying: mentes perigosas nas escolas. Rio de Janeiro: Objetiva, 2010. STELKO PEREIRA, A. C.; WILLIAMS, L. C. A. Reflexões sobre o conceito de violência escolar e a busca por uma definição abrangente. Revista Temas em Psicologia, v. 18, n. 1, p. 45 56, 2010.

TAKAKI, Nara H. Letramentos na sociedade digital: navegar é e não é preciso. Jundiaí: Paco Editorial, 2012.

TURKLE, Sherry. La vida en la pantalla. La construcción de la Identidad en la era de Internet. Barcelona: Paidós Ibérica S.A. 1997.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.