Breve Comunicação Interdisciplinar:
Atendimento multiprofissional ao paciente pós-gastrectomia total: um relato de caso. PECIBES, 1-4, 2016.

Aline Bergman de Souza Herculano, Mayara Bontempo Ferraz, Camila Nunes de Souza, Aryne Arnez, Anna Caroline Milani, Ramon Moraes Penha

Resumo


O câncer de estômago é a quarta neoplasia mais frequente no mundo. Sua causa é multivariada e o tratamento, a gastrectomia juntamente com quimioterapia ou quimioradioterapia, oferece a possibilidade de controle da doença e aumento da sobrevida. As necessidades dos pacientes no pré- e pós-operatório são diversas e complexas, sendo assim é fundamental uma assistência multiprofissional Este estudo de caso trata-se de um paciente pós-gastrectomia total assistido pela equipe multiprofissional da Residência Multiprofissional em Saúde - Atenção ao Paciente Crítico em Março de 2015. O paciente era do sexo masculino, 45 anos, apresentava disfagia progressiva há 1 ano com náuseas, regurgitamento, pirose e desconforto retroesternal. No dia 06/01/2015 foi diagnosticado com adenocarcinoma mucossecretor e lesão ulcerada em cardia. Foi admitido na clínica cirúrgica de um hospital de ensino para a realização da gastrectomia total, sendo admitido pela equipe da Residência Multiprofissional no dia 15/03/2015. As condutas se basearam no estudo acerca da doença e a elaboração de um plano de cuidados. Tendo em vista a complexidade da assistência ao paciente gastrectomizado total e as múltiplas necessidades humanas apresentadas por ele, a atuação multiprofissional mostrou-se essencial para o cumprimento destas e a manutenção da dignidade do paciente.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.