Análise das Concepções de Futuros Professores de Matemática sobre o Ensino de Matemática

Maria Caroline Libardi, Marcelo Carlos de Proença

Resumo


O objetivo da pesquisa foi o de investigar as concepções de futuros professores de Matemática sobre o ensino de Matemática e a relação com a formação recebida no curso. Participaram do estudo três estudantes do segundo, terceiro e quarto anos do curso de Licenciatura em Matemática de uma universidade pública. Foi aplicada uma entrevista individual e áudio-gravada. Os resultados mostraram que o estudante do segundo ano apresentou uma concepção empirista de ensino e, os do terceiro e quarto anos, construtivista. Assim, há uma evolução da concepção empirista para a construtivista ao longo do curso de licenciatura. Por outro lado, os resultados mostraram que há uma tendência na formação oferecida nos segundo e terceiro anos do curso a estabelecer uma visão empirista e, no quarto ano, a uma visão apriorista. Conclui-se que as concepções dos estudantes dos terceiro e quarto anos resistem ao que o curso tenta impor.


Palavras-chave


Licenciatura em Matemática; Concepção; Ensino de Matemática.

Texto completo:

pdf

Referências


AGNE, L. S. Relações entre concepções sobre a natureza do conhecimento matemático, propostas didáticas e concepções de ensino em dissertações em Educação Matemática do PPGEDUCEM da PUCRS, Revemat, Florianópolis (SC), v. 08, n. 2, p. 117-134, 2013.

BARDIN, L. Análise de Conteúdo. 70. ed. Lisboa: Edições, 2009.

BECKER, F. Epistemologia do professor de Matemática. Petrópolis-RJ: Vozes, 2012.

BECKER, F. A epistemologia do professor: o cotidiano da escola. 12ª ed. Petrópolis: Vozes, 2005.

BERTOLAZI, K. S.; SAVIOLI, A. M. P. D. Manifestações reflexivas e concepções matemáticas de estudantes de um curso de Licenciatura em Matemática, Educação Matemática Pesquisa, São Paulo, v.15, n.3, p.563-589, 2013.

BRASIL. Secretaria de ensino fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais. Brasília: SEF/MEC, 1998.

ELEUTÉRIO, L. F. Um estudo sobre as concepções de licenciandos em relação ao ensino da Matemática. 2016. 141f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Educação Matemática) – Centro de Ciências e Tecnologia, UEPB, Campina Grande, 2016.

KETELE, J. M.; ROEGIERS, X. Metodologia da recolha de dados. Coleção Epistemologia e Sociedade. Trad. Carlos Aboim de Brito. Lisboa: Instituto Piaget, 1993.

PONTE, J. P. Concepções dos Professores de Matemática e Processos de Formação.

Educação Matemática: Temas de investigação. Universidade de Lisboa. Lisboa: Instituto de Inovação Educacional, 1992.

PROENÇA, M. C. A resolução de problemas na licenciatura em matemática: análise de um processo de formação no contexto do estágio curricular supervisionado. 2012. 208f. Tese (Doutorado em Ensino de Ciências e Matemática) – Faculdade de Ciências, UNESP, Bauru, 2012.

THOMPSON. A. G. A relação entre concepções de matemática e de ensino de matemática de professores na prática pedagógica. Trad. The relationship of teachers’ conceptions: of mathematics and mathematics teaching to instructional practice. In: Educational Studies in Mathematics, n.15, p.105-127,1984. In: Zetetiké, v.5, no. 8, p.11-43, 1997.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License

INDEXADORES

      Resultado de imagem para latindex indexador