Um ensaio teórico sobre saber mais matemática para ensinar

Henrique Rizek Elias, Línlya Sachs

Resumo


Este artigo trata-se de um ensaio teórico que tem por objetivo problematizar um discurso recorrente, tanto entre matemáticos como entre educadores matemáticos, de que o professor precisa saber mais matemática para exercer sua tarefa de ensinar matemática na Educação Básica. Evidenciamos, a partir de três pesquisas científicas e um texto de uma coluna de jornal, que, de fato, defender que o professor deve saber mais matemática, mesmo que não se explicite o que isso significa, é recorrente quando se fala em formação de professores. Fundamentados na diferenciação entre Matemática Escolar e Matemática Acadêmica, de Moreira e David (2010), tecemos algumas considerações acerca da formação matemática do professor e selecionamos um tema matemático, o conjunto dos números inteiros, para exemplificar e pautar nossas discussões. Nossa argumentação vai na direção de defender que a matemática a ser trabalhada na formação inicial deve estar conectada aos saberes que efetivamente são mobilizados na prática docente.

Palavras-chave


Formação matemática de professores; Formação inicial de professores; Matemática Escolar; Matemática Acadêmica; Conjunto dos números inteiros.

Texto completo:

pdf

Referências


BALL, D. L.; THAMES, M. H.; PHELPS, G. Content knowledge for teaching: what makes it special? Journal of Teacher Education, v. 59, n. 5, p. 389-407, Nov./Dec. 2008.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais – terceiro e quarto ciclos do Ensino Fundamental: Matemática. Brasília: MEC, 1998.

BRASIL. Parecer CNE/CES 1.302/2001. Diretrizes Curriculares Nacionais para os Cursos de Matemática, Bacharelado e Licenciatura. Diário Oficial da União, Brasília, 05 mar. 2002. Disponível em: . Acesso em: 16 fevereiro 2017.

CHERVEL, A. História das disciplinas escolares: reflexões sobre um campo de pesquisa. Teoria & Educação, Porto Alegre, n. 2, p. 177-229, 1990.

CHEVALLARD, Y. La Transposición Didáctica: del saber sabio al saber enseñado. Buenos Aires: Aique, 1991.

DOMINGUES, H. H. Fundamentos de Aritmética. Florianópolis: UFSC, 2009.

ELIAS, H. R. Fundamentos teórico-metodológicos para o ensino do corpo dos números racionais na formação de professores de matemática. 2017. 325 f. Tese (Doutorado em Ensino de Ciências e Educação Matemática) – Universidade Estadual de Londrina, Londrina, 2017.

ELIAS, H. R. Os Números Racionais na Matemática Acadêmica: uma discussão visando à formação matemática de professores. Bolema, Rio Claro (SP), v. 32, n. 61, p. 439-458, ago. 2018.

FIORENTINI, D; LORENZATO, S. Investigação em Educação Matemática: percursos teóricos e metodológicos. Campinas: Autores Associados, 2009.

FIORENTINI, D.; OLIVEIRA, A. T. C. C. O lugar das Matemáticas na Licenciatura em

Matemática: que matemáticas e práticas formativas? Bolema, Rio Claro, v. 27, n. 47, p. 917- 938, 2013.

GLAESER, G. Epistemologia dos Números Relativos. Boletim Gepem, Rio de Janeiro, p. 65-104, jul./dez. 2010.

LINS, R. C. A formação pedagógica nas disciplinas de conteúdo matemático nas Licenciaturas em Matemática. Revista de Educação, Campinas, n. 18, p. 117-123, jun. 2005.

MARTIN, P. A. Grupos, Corpos e Teoria de Galois. São Paulo: Livraria da Física, 2010.

MOREIRA, P. C.; CURY, H. N.; VIANNA, C. R. Por que análise real na licenciatura? Zetetiké, Campinas, v. 13, n. 23, p. 11-42, jan./jun. 2005.

MOREIRA, P. C.; VIANNA, C. R. Por que Análise Real na Licenciatura? Um paralelo entre as visões de educadores matemáticos e matemáticos. Bolema, Rio Claro, v. 30, n. 55, p. 515-534, 2016.

MOREIRA, P. C.; DAVID, M. M. M. S. Matemática escolar, matemática científica, saber docente e formação de professores. Zetetiké, Campinas, v. 11, n. 19, p. 57-80, jan./jun. 2003.

MOREIRA, P. C.; DAVID, M. M. M. S. Números Racionais: conhecimentos da formação inicial e prática docente na escola básica. Bolema, Rio Claro, SP, v. 21, p. 1-19, 2004.

MOREIRA, P. C.; DAVID, M. M. M. S. O conhecimento matemático do professor: formação e prática docente na escola básica. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, n. 28, p. 50-61, jan./abr. 2005.

MOREIRA, P. C.; DAVID, M. M. M. S. A formação matemática do professor: Licenciatura e prática docente. Belo Horizonte: Autêntica, 2010.

MOREIRA, P. C.; DAVID, M. M. M. S. Matemática Acadêmica e Matemática Escolar: dissonâncias e conflitos. In: LOPES, E. M. T.; PEREIRA, M. R. (Org.). Conhecimento e inclusão social: 40 anos de pesquisa em Educação. Belo Horizonte: UFMG, 2011. p. 193-222.

PONTES, M. O. Obstáculos superados pelos matemáticos no passado e vivenciados pelos alunos na atualidade: a polêmica multiplicação de números inteiros. 2010. 157 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2010.

ROQUE, T. História da matemática: uma visão crítica, desfazendo mitos e lendas. Rio de Janeiro: Zahar, 2012.

SHULMAN, L. S. Those who understand: knowledge growth in teaching. Educational Researcher, v. 15, n. 2, p. 4-14, Feb. 1986.

TALL, D. The psychology of advanced mathematical thinking. In: TALL, D. (Ed.),

Advanced mathematical thinking. Dordrecht: Kluwer, 1991. p. 3-21.

VIANA, M. Formação é calcanhar de Aquiles dos professores de matemática do Brasil. Folha de São Paulo, 22 set. 2017. Disponível em: http://www1.folha.uol.com.br/colunas/marceloviana/2017/09/1920520-formacao-e-calcanhar-de-aquiles-dos-professores-de-matematica-do-brasil.shtml. Acesso em 3 de outubro de 2017.

VIOLA DOS SANTOS, J. R. Legitimidades possíveis para a formação matemática de professores de matemática. 2012. 355 f. Tese (Doutorado em Educação Matemática) – Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, 2012.

VIOLA DOS SANTOS, J. R.; LINS, R. C. Movimentos de Teorizações em Educação Matemática. Bolema, Rio Claro (SP), v. 30, n. 55, p. 325 - 367, ago. 2016.

VIOLA DOS SANTOS, J. R.; LINS, R. C. Uma Discussão a Respeito da(s) Matemática(s) na Formação Inicial de Professores de Matemática. Educação Matemática e Pesquisa, São Paulo, v. 18, n. 1, p. 351-372, 2016.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License

INDEXADORES

      Resultado de imagem para latindex indexador