Geni, a Pesquisa em [E]educação [M]matemática e o Zepelim

Marcio Antonio Silva, Roger Miarka

Resumo


Este ensaio tem o objetivo de discutir a Educação Matemática como área e como movimento, cuja multiplicidade busca-se marcar por meio das formas Educação Matemática/educação matemática, sendo guido pela pergunta "Quanto de área e quanto de movimento suporta uma [E]educação [M]matemática?". Para isso, trabalhamos com cenas que falem de movimentos da educação matemática e de sua conformação na área de pesquisa Educação Matemática, descrevendo práticas da área, que a normatizam, mas que também acolhem aqueles que as assumem. Como auxílio à discussão, buscamos operar com autores que discutem relações de poder, como Foucault, e a diferença como possibilidade de invenção, como Deleuze e Guattari. Esperamos que essas cenas esclareçam um pouco dos modos como a Educação Matemática opera e que nosso leitor realize um exercício de colocar-se em meio aos mecanismos apresentados, em um exercício de encarnação no próprio texto, perguntando-se sobre seu próprio pertencimento à Educação Matemática e sobre seus movimentos como educador matemático.

Palavras-chave: educação matemática, filosofia da diferença, área, movimento


Texto completo:

752-767

Referências


BALL, Stephen. Profissionalismo, Gerencialismo e Performatividade. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 35, n. 126, p. 539-564, set./dez. 2005.

BROWN, Wendy. Undoing the demos: Neoliberalism's stealth revolution. MIT Press, 2015.

CLARETO, Sônia Maria; MIARKA, Roger. eDucAçÃo MAteMátiCA AefeTIvA: nomes e movimentos em avessos. Bolema, v.29, n.53, 2015.

CLEMENTS, M.A. (Ken) et al. (Org.). Third international handbook of mathematics education. Springer Science & Business Media, 2013.

DELEUZE, Gilles; GUATTARI, Felix. Mil Platôs – Capitalismo e Esquizofrenia – volume 5. São Paulo: Editora 34, 1997.

FERNANDES, Filipe. S. A Quinta História: composições da Educação Matemática como área de pesquisa. 2014. 233 f. Tese (Doutorado em Educação Matemática) - Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, 2014.

FOUCAULT, Michel. Vigiar e Punir: nascimento da prisão. Tradução de: Raquel Ramalhete. Petrópolis: Vozes, 1987.

GUTIÉRREZ, Rochelle. The Sociopolitical Turn in Mathematics Education. Journal for Research in Mathematics Education, v. 44, n. 1, p. 37–68, 2013.

KILPATRICK, Jeremy. Fincando estacas: uma tentativa de demarcar a Educação Matemática como campo profissional e científico. Campinas, SP: Zetetiké, v. 4, n. 5, p. 99-120, 1996.

KILPATRICK, Jeremy. A History of Research in Mathematics Education. In: D. A. Grouws (Ed.), Handbook of Research on Mathematics Teaching and Learning. New York: Macmillan. 1992. cap. 1. p. 3-38.

LATOUR, Bruno. Ciência em ação — como seguir cientistas e engenheiros sociedade afora. Tradução de Ivone C. Benedetti, Editora Unesp, São Paulo, 2000.

OLIVEIRA, Cristiane Coppe. Do Menino "Julinho" a "Malba Tahan": uma viagem pelo oásis do ensino de matemática. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática) - Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Unesp, 2001.

SCHOENFELD, Alan. Method. In F. Lester (Org.), Second Handbook of Research on Mathematics Teaching and Learning (pp. 69-107). New York: NCTM – IAP. 2007. cap. 3. p. 69-107.

STINSON, David; WALSHAW, Margaret. “Theory at the Crossroads”: mapping moments of mathematics education research onto paradigms of inquiry. In: Proceedings of the 39th annual meeting of the North American Chapter of the International Group for the Psychology of Mathematics Education, 39., 2017, Indianapolis. Anais… Indianapolis, Hoosier Association of Mathematics Teacher Educators, 2017, p. 1407-1414.

TRAVERSINI, Clarice; BELLO, Samuel. O numerável, o mensurável e o auditável: estatística como tecnologia para governar. Educação & Realidade, v. 34, n. 2, 2009.

VALENTE, Wagner Rodrigues. Euclides Roxo e história da educação matemática no Brasil. Revista Iberoamericana de Educación Matemática, v.1, n.1, 2005.

VALERO, Paola. Mathematics education as a network of social practices. In: Proceedings of the sixth congress of the european society for research in mathematics education, 6., 2009, Lyon. Anais… Lyon: Institut National de Récherche Pédagogique, 2010, p. LIV-LXXX.

VIANNA, Carlos Roberto. Vidas e Circunstâncias na Educação Matemática. Tese (Doutorado em Educação) - Faculdade de Educação, Unicamp, 2000.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License

INDEXADORES

      Resultado de imagem para latindex indexador