Avaliação da Aprendizagem: desconfortos e tensões de professores indígenas que ensinam matemática

Ilaine da Silva Campos, Wagner Ahmad Auarek, Gabriel Florencio de Jesus

Resumo


Neste artigo, discutimos sobre a avaliação da aprendizagem do ponto de vista de dois professores indígenas que ensinam matemática no Ensino Fundamental II. O contexto do estudo é a escola Indígena Pataxó Coroa Vermelha, no município de Santa Cruz Cabrália, estado da Bahia. Para o desenvolvimento do estudo, foram realizadas entrevistas com dois professores indígenas. Nós buscamos entender como esses professores realizam a avaliação da aprendizagem em matemática. Nas análises, percebemos que, ao serem questionados sobre avaliação, eles mostram desconforto ao adotar métodos tradicionais de avaliação e explicitam tensões entre o modelo tradicional de avaliar (externo à escola indígena) e um possível (ainda não definido) modelo que seja consonante à proposta da Educação Escolar Indígena, em seu contexto particular. Diante dessas tensões, os professores desenvolvem formas singulares e híbridas para avaliar a aprendizagem dos seus alunos, colocando em questionamento o modelo tradicional que não é consonante à proposta da Educação Escolar Indígena.


Palavras-chave


Avaliação da Aprendizagem; Professores Indígenas; Educação Escolar Indígena; Escola Indígena Pataxó Coroa Vermelha.

Texto completo:

pdf

Referências


ASSIS, Valéria Soares de. Avaliação de alunos indígenas na Universidade Estadual de Maringá. Estudos em Avaliação Educacional, v. 17, n. 33, p. 77-88. jan./abr. 2006.

BRIGHENTI, Clovis Antonio. Entre o universal e os específicos na construção da educação escolar indígena. Educ. Públ. Cuiabá, v. 26, n. 62/1, p. 391-403, maio/ago. 2017.

FERREIRA DE SOUZA, Diovania. O uso da internet e o ensino-aprendizagem da matemática tendo como contexto o colégio Indígena Pataxó Coroa Vermelha. Percurso acadêmico – Faculdade de Educação, Universidade Federal de Minas Gerais, Licenciatura Em Formação Intercultura para Educadores Indígenas, Belo Horizonte, 2018.

FIGUEIREDO, Paulo Maia. MEMÓRIA, TERRITÓRIO E INICIAÇÃO À DOCÊNCIA INDÍGENA NA UFMG. In: Formação de educadoras e educadores do campo e indígenas: experiências do PIBID Diversidade FaE/UFMG. LEAL, Álida Angélica Alves; SILVEIRA, Kátia Pedroso; MACHADO, Maria Zélia Versiani, et al. (orgs). Belo Horizonte: Pibid/FaE-UFMG, 2018, p. 175-206.

GATTI, Bernadete A. O professor e a avaliação em sala de aula. Estudos em Avaliação Educacional, n. 27, jan-jun/2003.

MUNIZ, Maria Inês Sparrapan; SANTINHO, Mirian Sapieri. Focalizando o processo de avaliação na formação contínua de professores de matemática. In: Lopes, Celi Espasandin; Muniz, Maria Inês Sparrapan. O processo de Avaliação nas aulas de Matemática. Campinas: Mercado de Letras, 2010, p. 41-67.

PAVANELLO, Regina Maria; NOGUEIRA, Clélia Maria Ignatius. Avaliação em Matemática: algumas considerações. Estudos em Avaliação Educacional, v. 17, n. 33, jan./abr. 2006.

Projeto Político Pedagógico da Escola Indígena Pataxó Coroa Vermelha, 2013.

Proposta Curricular da escola Indígena Pataxó Coroa Vermelha, 2013.

ROSA, Maria Virgínia de Figueiredo Pereira do Couto; ARNOLDI, Maria Aparecida Gonzalez Colombro. A entrevista na pesquisa qualitativa: mecanismos para a validação dos resultados. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2006. 112 p.

SANTOS, Jonatha Daniel dos. Etnomatemática e Povos indígenas de Rondônia: processos de mecanismo de controle e contraconduta. Perspectiva da Educação Matemática, v. 11, n. 25, p. 74-92, 2018.

SILVA, Josiani Mendes. Avaliação da Aprendizagem nas representações de licenciandos indígenas, professores em exercício na educação básica, em São Gabriel da Cachoeira – AM. 2017. 200f. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2016.

SILVA SOUZA, Leidiane da. Estatísticas e narrativas: olhares e sentimentos sobre a morte de pessoas jovens da população indígena da aldeia pataxó Coroa Vermelha. Percurso acadêmico – Faculdade de Educação, Universidade Federal de Minas Gerais, Licenciatura Em Formação Intercultura para Educadores Indígenas, Belo Horizonte, 2018.

TOMAZ, Vanessa Sena; CAMPOS, Ilaine da Silva. Práticas sociais (matemáticas) de produção de um planejamento financeiro na formação de educadores indígenas. Revista Eletrônica de Educação, v. 12, n. 2, p. 556-576, maio/ago. 2018.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License

INDEXADORES

      Resultado de imagem para latindex indexador